Audiência Pública sobre Abuso de Poder Econômico – Ação de Investigação da Coligação “Unidos Faremos Muito Mais” contra Carlito e João Eudes

Carlito e João Eudes investigados por abuso econômico

Foi realizada 06 de novembro às 16:30h no Fórum de Taiobeiras AUDIÊNCIA PÚBLICA que tratava sobre a AÇÃO DE INVESTIGAÇÃO JUDICIAL ELEITORALABUSO DE PODER ECONÔMICO. Que tem como investigante a “Coligação Unidos Faremos Muito Mais”, conhecidos também como “grupo burguês”. Os investigados são Carlito Pereira da Costa e João Eudes de Oliveira.

O que é Abuso de Poder Econômico?

O ABUSO DE PODER ECONÔMICO referente às eleições é o uso EXCESSIVO, antes, durante o período eleitoral de recursos MATERIAIS ou HUMANOS. Ou seja, tudo que represente VALOR ECONÔMICO e que BENEFICIE o candidato afetando a normalidade e a legitimidade das eleições.

A audiência seguiu com tranquilidade, com exceção do momento que houve uma pequena exaltação por parte de promotora e da testemunha Aurélio. O fato está descrito nos documentos abaixo.

Abuso de poder economico pag 100
Abuso de poder economico pag 101
Abuso de poder economico pag 102

O E-Mail

Abuso de poder economico pag 136
Abuso de poder economico pag 137
Abuso de poder economico pag 138

Depoimento da Testemunha Aurelio Vidal

Aurélio Aparecido Santos Vidal
Abuso de poder economico pag 141

Aurélio Vidal nos enviou um “print” dos e-mails enviados e recebidos entre ele e a promotora.

Email Ana Gabriela versão Vidal

O que aconteceu na audiência está aí publicado em detalhes. É importante que os interessados no assunto tratado, observem e analisem todas as informações e compartilhem a opinião. Qualquer informação relevante entre em contato conosco ou como Ministério Público.

Agradecemos ao advogado Rogério Araújo Santos por ter atendido nosso pedido e disponibilizado documentos da audiência pública.

Contatos para Anunciar ou Denunciar site Tudo Super/Jornal Dia-a-Dia

E-mail: contato@tudosuper.com.br

Cel: 38 9148-8663 – (TIM)

[fbshare type=”button”]

 

O Guardião do Povo

About O Guardião do Povo

Autodidata, acadêmico, eterno estudante, eterno aprendiz inconformado com ignorância e corrupção.

View all posts by O Guardião do Povo →
  • Mayard

    Interessante… Quando a ana gabriela pediu as informações, o Aurélio respondeu o email no mesmo dia… o curioso é q, quando a ana reintera a pergunta se havia a possibilidade de ser gratuita (tb no mesmo dia da solicitação de informações e resposta dele, no caso dia 12/09), ele demora 11 dias pra responder… e lembrando q dia 12/09 foi numa quarta feira, dia útil sem feriado nos dias anteriores ou posteriores…. Curioso ele demorar 11 dias pra responder (segundo o print dele), e deixar bem claro o caso dos “homenageados”…. Ou ele ficou 11 dias sem verificar o email dele (mto pouco provavel por se tratar de uma pessoa q vende espaços publicitários) ou ele sacou q a promotora de justiça de taiobeiras se chamava ana gabriela… hehehe

    • O Guardião do Povo

      Analisando o ponto de vista de Mayard, realmente é suspeita essa demora de responder o e-mail. Apesar que eu mesmo fico alguns dias sem olhar. Com o decorrer dos fatos vamos ver o que Aurélio Vidal têm a dizer e que rumos tomarão a apuração deste e outros casos.

      • Mayard

        Mas um jornalista q trabalha com venda de espaços publicitários em inúmeras cidades do norte de minas, ficar 11 dias sem verificar seus emails, é bem complicado, nao acha????

        • O Guardião do Povo

          É suspeito. Pode também ter sido um e-mail que ele viu e deixou para responder depois, mas é improvável pq se trata de vendas.