Resenha – O Mundo Assombrado Pelos Demônios – Capítulo 1. A Coisa Mais Preciosa (#2) Carl Sagan | Tudo Super | Portal dedicado a combater a ignorância e corrupção.

Resenha – O Mundo Assombrado Pelos Demônios – Capítulo 1. A Coisa Mais Preciosa (#2) Carl Sagan

on jun 21, 16 • by • with Comments

Toda a nossa ciência, comparada com a realidade, é primitiva e infantil – e, no entanto, é a coisa mais preciosa que temos. Albert Einstein (1879-1955) Logo de cara Carl reconhece como é complicado passar o conhecimento científico através da televisão. Em nossa realidade hoje, graças evolução. A internet...
Pin It

Home » Destaque, Educação » Resenha – O Mundo Assombrado Pelos Demônios – Capítulo 1. A Coisa Mais Preciosa (#2) Carl Sagan

Toda a nossa ciência, comparada com a realidade, é primitiva e infantil – e, no entanto, é a coisa mais preciosa que temos. Albert Einstein (1879-1955)

Logo de cara Carl reconhece como é complicado passar o conhecimento científico através da televisão. Em nossa realidade hoje, graças evolução. A internet tem cumprido este papel. A prova disso sou eu aqui e outros canais fazem um trabalho fantástico.

Durante a conversa com um motorista, o autor se depara com o interesse do motorista em falar sobre ciência, mas na verdade, de acordo Sagan, o motorista estaria empolgado a discutir as famosas pseudociências. Na medida em que conversavam, o cientista notava o desapontamento do motorista. Afinal, dizer a verdade não é recebido com festa.

No decorrer desta obra, veremos mais de uma vez o descontentamento de Sagan, ao expor a realidade que: a pseudociência, bem como inverdades, navega mais rápido que o real conhecimento, testado, evidenciado.

Neste capítulo talvez tenha o alerta mais grave a meu ver: “…os jovens sejam desastrosamente mais ignorantes do que que a geração imediatamente anterior. ”

Através do conhecimento de Hipócrates demonstra como a humanidade ganhou com o desenvolvimento da medicina. Dentre as melhorias está a longevidade.

Vamos analisar a frase: “Para mim, é muito melhor compreender o Universo como ele realmente é do que persistir no engano, por mais satisfatório e tranquilizador que possa ser.”

Com o pé na realidade podemos lidar melhor com as situações. Sem nos enganar, sem nos iludir.

No capítulo explica a pseudociência e como ela facilmente ocupa o lugar da ciência. Leio trechos no vídeo.

 

Related Posts

Scroll to top